4 dicas para reduzir os custos de construção

4 Fevereiro 2022

Construir a sua casa nova é mais do que um projeto de arquitetura, é o sonho da família e, sobretudo, são as suas poupanças. Para muitos, este é o investimento de uma vida, por isso, tem de ser gerido da forma mais eficiente. Para ajudá-lo, ficam 4 dicas que deve mesmo seguir para reduzir os custos da construção e rentabilizar o seu dinheiro.

1- Contratar equipas certificadas

Desengane-se quem pensa que contratar técnicos especializados e certificados encarece a construção de uma casa. É exatamente o oposto, a poupança nas despesas começa na decisão de entregar o projeto a equipas devidamente certificadas e com licenças atualizadas, como a da SI Projetos, porque a sua expertise e experiência permite-lhes prever pontos de pressão e eventuais problemas, e encontrar as soluções mais seguras. A redução de custos começa na prevenção e na qualidade.

2- Ajustar a casa dos seus sonhos à viabilidade construtiva

Deve assegurar-se de que ajusta aquilo que pretende para a sua futura casa às condicionantes do local e do terreno, evitando comprometer o plafond com futuras alterações à construção. É essencial conhecer os atributos físicos do terreno, licenças e/ou alvarás, e os parâmetros de gestão e ordenamento do território nacional para que saiba exatamente aquilo que pode ser construído, de que forma e com que materiais.

Este tipo de informações é obtido junto da Câmara Municipal da zona, entidade à qual se deve também solicitar a certidão de viabilidade construtiva.

Assim, na posse desta informação a equipa responsável pelo projeto está apta a propor-lhe as soluções mais adequadas e economicamente viáveis, e a estimar prazos.

3- Fazer o mapa de trabalhos e quantidades

Outra dica para controlar custos e definir o limiar de despesas é fazer um mapa de trabalhos e quantidades bem detalhado. Neste documento regista-se tudo o que é necessário a cada fase da construção e respetivos custos ou orçamentos:

  • trabalhos a executar;
  • licenças e documentação necessária;
  • materiais e respetivas quantidades;
  • máquinas e outros recursos;
  • luz, água e outros tipos de energia indispensável à obra;
  • recursos humanos, incluindo técnicos especializados e peritos certificados.

Compete à equipa responsável pelo projeto fazer este mapa, mas antes de o aprovar deve verificá-lo em conjunto com os técnicos comparando materiais, preços, qualidade e durabilidade. Faça escolhas inteligentes desde o início e rentabilize o investimento.

4- Investir na sustentabilidade

Finalmente, outra forma de reduzir os custos na construção da sua futura casa é assegurar-se de que assentará nos pilares da sustentabilidade:

  • otimizar todos os recursos alocados ao projeto e sua execução; 
  • reduzir ou eliminar os desperdícios;
  • reduzir os resíduos produzidos;
  • gestão de resíduos;
  • gestão eficiente dos consumos de água e de outros recursos naturais;
  • reutilização de materiais;
  • preferir matérias-primas locais e recursos da economia local;
  • optar por materiais reciclados sempre que possível;
  • outros

Tenha em atenção que todos os recursos consumidos serão contabilizados na fatura final, portanto, a construção sustentável da sua futura casa é mais do que conveniente para si e para o planeta.

A melhor forma de garantir que a sua casa nova passa do sonho para a realidade é concretizá-la lado a lado connosco. Desde a planta à entrega da chave, passando pelo projeto e pela obra, a equipa SI Projetos vai tratar de tudo: temos peritos experientes e certificados (arquitetura, engenharias, orçamentação, fiscalização, etc.).

Contacte já o nosso Gabinete técnico e aproveite para ir experimentando as suas ideias no nosso simulador online.

 

Imagens © direitos reservados

Publicações Recentes

Governo aprova novas medidas para a habitação
Governo aprova novas medidas para a habitação
29 Maio 2024

Na passada quinta-feira, dia 23 de maio, o Governo aprovou várias medidas relacionadas com a habitação, maioritariamente destinadas aos jovens. Veja aqui o que muda.

Algumas das medidas aprovadas foram a reforma do IRS Jovem, a isenção do IMT (Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis) e do Imposto do Selo na compra da primeira habitação, para jovens até aos 35 anos, a garantia pública para a compra de casa e uma mudança estrutural no programa de apoio ao arrendamento Porta 65.

Isenção de IMT e Imposto do Selo

O que significa direito de preferência?
O que significa direito de preferência?
17 Abril 2024

O direito de preferência é um instrumento importante para garantir o acesso à habitação, salvaguardar a compropriedade, as servidões, o potencial interesse do inquilino, os proprietários dos terrenos confinantes, o direito de superfície e os direitos inerentes a heranças ou a dívidas

Erros comuns a evitar na entrega da declaração de IRS
Erros comuns a evitar na entrega da declaração de IRS
17 Abril 2024

O prazo para entregar a declaração de IRS estende-se até 30 de junho, mas preenchê-la corretamente não é tão fácil como parece.

Aliás, à medida que se preenche a declaração, costumam surgir dúvidas e o contribuinte acaba, quase sempre, por cometer erros com impacto no valor do reembolso ou a liquidar.

CRÉDITO HABITAÇÃO – como escolher uma boa proposta?
CRÉDITO HABITAÇÃO – como escolher uma boa proposta?
14 Março 2024

TER casa própria é um objetivo comum a muitas pessoas e o grande desafio recai sobre encontrar uma boa solução de crédito à habitação, sobretudo, desde que as taxas de juro subiram.

Para a encontrar, siga estes passos!

COMPARE O CUSTO TOTAL DE DIFERENTES PROPOSTAS

Comprarar propostas, sim, já sabe que o deve fazer, mas será que o sabe fazer corretamente?