Isolamento térmico em edifícios

23 Novembro 2021

No que consiste o ETICS

Quando se fala em ETICS a maior parte das pessoas não sabe do que se trata. ETICS significa External Thermal Insulation Composite System (sistemas compostos de isolamento térmico pelo exterior). Todavia, o Cappotto (casaco em italiano) já é um termo que entrou no nosso ouvido e na nossa cultura.

A título de curiosidade, o que muitas pessoas não sabem é que é errado atribuir-se esse nome, porque cappotto é uma das marcas existentes no mercado, portanto, não sendo dessa marca, devemos chamar sistema de isolamento térmico pelo exterior, de forma generalizada.

A evolução do isolamento térmico ao longo dos tempos

Após a II Guerra Mundial, a Europa passou por dificuldades económicas. A escassez de combustíveis conduziu a um crescente aumento do seu custo. Este cenário contribuiu para que fossem feitos inúmeros estudos e se encontrasse uma solução que melhorasse o isolamento térmico das habitações, de forma a evitar o consumo de combustíveis. Depois de efetuados diversos ensaios, chegou-se à conclusão que era mais eficiente a aplicação do isolamento térmico pelo exterior das fachadas.

Foram desenvolvidos diversos sistemas desde meados dos anos 1940, mas foi a partir da década de 1970, quando a crise do petróleo se fez sentir, que estes sistemas ganharam força e entraram com mais afinco no mercado, pela poupança de energia que lhes foi sempre subjacente.

Os elementos do reboco térmico pelo exterior

O reboco térmico pelo exterior é composto por:

  • Sistema de fixação à base. Esta fixação pode ser feita por colagem ou parafusos;
  • Placas de isolamento térmico, que variam a sua espessura, conforme as necessidades térmicas;
  • Camada de revestimento de base, armada com rede de fibra. A camada de base é aquela que protege o edifício, garantindo a sua impermeabilidade à água. A rede de fibra de vidro, confere ao revestimento a resistência pretendida;
  • Camada de primário, a qual regulariza e prepara a aplicação da última camada constituinte do sistema;
  • Revestimento final. Esta camada tem como principal característica a sua flexibilidade e apresenta-se em diversas texturas e tonalidades;

Como já foi referido, a camada de revestimento final poderá apresentar-se em diversas texturas e cores, não limitando, deste modo, a criatividade do autor de projeto.

É uma solução adequada a qualquer tipo de obra, nomeadamente às reabilitações, pelo facto de poder ser aplicada sobre superfícies com imperfeições e/ou degradadas.

Nestes sistemas, as paredes duplas com isolamento no seu interior são substituídas por paredes simples com isolamento aplicado pelo exterior, o que se traduz numa parede menos espessa, o que aumenta a área útil. Como são menos espessas, tornam-se mais leves, contribuindo para uma diminuição dos esforços quantificados, para o cálculo estrutural.

As vantagens do ETICS

A economia a longo prazo é uma vantagem importante. Este sistema de isolamento pelo exterior contribui para a redução das pontes térmicas. De forma muito simples, as pontes térmicas são as zonas onde a caixa de ar ou o isolamento térmico é interrompido. Nos ETICS, o isolamento é contínuo e o edifício vê deste modo reduzidas as ditas pontes térmicas, o que contribui para uma melhor eficiência energética do mesmo, a qual a longo prazo se traduz em menores necessidades de aquecimento e arrefecimento, o que o torna mais económico.

As limitações

A desvantagem deste sistema é o custo. Em relação à solução de parede dupla e isolamento no seu interior, estes sistemas são mais caros. No entanto, as contas terão de ser mais rigorosas, uma vez que esta afirmação esbarra no fundamento de ser uma solução que a longo prazo é económica.

Embora o custo imediato faça o dono de obra normalmente optar pela solução de parede dupla, as vantagens que os ETICS apresentam deverão ser tidas em conta e bem ponderadas na decisão final.

Artigo © Carla Cabanas. Bibliografia: Enlucidos, revocos, pinturas y recubrimientos, de Reichel, Alexander et all, Editorial Gustavo Gili, SL

Imagens © direitos reservados

Publicações Recentes

Dicas para poupar dinheiro na mudança da casa
Dicas para poupar dinheiro na mudança da casa
26 Janeiro 2023

Mudar de casa é um misto de entusiasmo e de dor de cabeça: por um lado, deseja-se o momento de estar na casa nova, a desfrutar do aconchego do lar; por outro, instala-se a ansiedade de ter tanta coisa para tratar e de ter despesas extras.

No que toca às despesas, temos 3 dicas eficazes que vão contribuir para reduzir os custos, ajudar no orçamento familiar e até aliviar parte da ansiedade que é normal sentir-se.

Terrenos são tendência de investimento
Terrenos são tendência de investimento
24 Janeiro 2023

Se a pandemia de Covid-19 e os consequentes confinamentos vieram despoletar a procura por terrenos rústicos e urbanos, o regresso à normalidade não abrandou a tendência e são cada vez mais as pessoas que optam por investir neste tipo de imóveis. É o reflexo de uma viragem no paradigma de vida e nos hábitos de consumo. Saiba porquê.

Casas passivas: consumir menos, viver melhor
Casas passivas: consumir menos, viver melhor
19 Janeiro 2023

A casa passiva é um conceito que nasceu na Alemanha, na década de 1980, mas que hoje em dia está difundido a nível global e graças às vantagens que aporta às famílias, à sociedade e ao planeta. De facto, a Passivhaus, palavra alemão que designa a casa passiva, oferece níveis elevados de conforto térmico, de qualidade do ar e ambiente interior, e de poupança energética. E apesar de se chamarem «casas», o termo designa as várias edificações ecológicas construídas de acordo com este conceito.

Afinal, o que são as casas passivas e que vantagens são estas? É o que vamos ver.

Crédito habitação: porquê recorrer a intermediários de crédito como a SI Crédito
Crédito habitação: porquê recorrer a intermediários de crédito como a SI Crédito
12 Janeiro 2023

É cada mais recorrente procurar o aconselhamento de especialistas na área financeira para fazer uma gestão consciente e sustentável das finanças da família, nomeadamente das suas poupanças: conhecer soluções de investimento (onde, no quê e quando investir) e soluções de financiamento, como o crédito pessoal, o crédito para construir casa própria, o crédito para obras e, claro, o crédito habitação. E porquê?

Simulador: com a subida da Euribor, faça contas e descubra a solução ideal do seu crédito
Simulador: com a subida da Euribor, faça contas e descubra a solução ideal do seu crédito
6 Janeiro 2023

Consequência direta da subida das taxas Euribor é o aumento das prestações dos empréstimos contraídos ou a contratar para aquisição de habitação. Para as famílias isto significa um aumento da taxa de esforço que vem desequilibrar o orçamento familiar e que, dado o atual contexto económico, coloca em stress financeiro os agregados familiares que já pagam o empréstimo da casa como aqueles que pretendem comprar casa com recurso ao crédito habitação.

Então, o que fazer para fazer face às despesas e continuar a pagar a prestação da casa sem colocar em risco as finanças da família?